10 de Novembro

Mário Viegas recordado em cerimónia emotiva que distinguiu Nuno de Figueiredo com prémio nacional de poesia

O ator escalabitano Mário Viegas foi homenageado numa cerimónia emotiva realizada no passado sábado, no Fórum que leva o seu nome, em Santarém, na qual foi entregue o Prémio Nacional de Poesia de que é patrono ao poeta e ficcionista Nuno de Figueiredo.

Realizada no dia em que o ator, encenador, declamador e um dos maiores divulgadores da língua portuguesa faria 70 anos, a cerimónia, promovida pelo Centro Cultural Regional de Santarém (CCRS), contou com o testemunho de figuras do teatro e do cinema que conviveram e contracenaram com Mário Viegas, como Carlos Avilez, João Lourenço, Maria do Céu Guerra ou Hélder Costa, entre outros, impedidos de estar presentes devido a compromissos profissionais.

Personagem marcante, pela irreverência e sarcasmo, pela inteligência e expressividade, que fez dele um “ator de sensibilida

de invulgar e um poeta da palavra”, nas palavras do amigo Jorge Custódio, Mário Viegas soube, também nesta cerimónia, inquietar consciências e fazer “mexer na cadeira”.

Com os cartazes da exposição itinerante “O Sonho ao Poder” a imporem a sua presença, Mário Viegas foi recordado no poema de Maria da Purificação, declamado pela própria ao som da guitarra do jovem escalabitano João Loureiro, num dos momentos emocionantes da sessão, mas também nos depoimentos de Manuel Freire e da sua irmã, Hélia Viegas, e dos testemunhos enviados por amigos.

A música ouviu-se ainda com a interpretação de três peças por Lioudmila Litvínova (piano) e David Teles (flauta transversal), do Conservatório de Música de Santarém

A declamação de quatro poemas da obra vencedora da quarta edição do Prémio Nacional de Poesia Mário Viegas, “Epifanias”, por dois membros do júri, Manuel Freire e Maria da Purificação e ainda por Goreti Meca, deixou perceber a qualidade do livro de Nuno Figueiredo, que será agora editado graças ao apoio da Fundação Millennium BCP,  que financiou igualmente o prémio pecuniário de 1.000 euros.

Com o apoio do Fundo de Fomento Cultural do Ministério da Cultura, a homenagem a Mário Viegas prossegue esta sexta-feira, dia 16 de novembro, à noite, no Fórum, com a exibição do filme “A Mulher do Próximo”, estando agendada para dia 22 uma sessão de “Palavras Ditas Palavras Vivas”, iniciativas que decorrem em colaboração com o CineClube de Santarém.

CCRS